Redaflam – Para que Serve, Como Usar, Preço e Onde Comprar?

Redaflam é um medicamento anti-inflamatório, antipirético e analgésico. Ele pertence ao grupo de medicamentos não esteroidais. Esse medicamento é facilmente absorvido pelo organismo, portanto começa a agir rapidamente, aliviando dores, inflamações e febre.

Onde comprar mais barato?

Quando deseja fazer uma compra mais em conta, o consumidor não pode deixar de pesquisar e comparar preços. A comparação de preços é a única opção para ter certeza de que se está fazendo a escolha certa, em relação ao preço do produto. Essa pesquisa geralmente é feita nas farmácias físicas, localizadas na cidade do consumidor, porém ultimamente a pesquisa online vem ganhando muito espaço nessa área. Atualmente muitas pessoas preferem pesquisar online, e o mercado de medicamentos não fica de fora dessa preferência.

A internet se mostra uma grande facilitadora do consumidor nessas horas, pois ele não precisa sair de casa para pesquisar preços, comprar, nem para buscar o medicamento. Ao fazer uma compra online, poupa-se tempo e dinheiro, sem contar a possibilidade de parcelar o valor da compra no cartão de crédito, o que farmácias convencionais não costumam fazer.

Para o que serve Redaflam?

Esse medicamento é indicado para o tratamento de bursite, tendinite, entorses, distensões, contusões, luxações, dores e inflamações pós-operatórias, dismenorreia, febre causada por estados inflamatórios, dor nos tendões, ligamentos, músculos e articulações.

Preço do Redaflam

O valor de mercado dessa medicação é, em média, 18 reais, podendo variar de acordo com o local ou a forma da compra.

Como usar o Redaflam

É recomendado que o Redaflam seja ingerido após as refeições, com auxílio de uma quantidade suficiente de água. Adultos devem ingerir um comprimido do medicamento a cada 12 horas. Idosos devem consultar um médico, afim de saber qual a dose adequada para o tratamento. Não é recomendado que seja ingerido mais de 200 mg desse medicamento por dia. Porém caso os sintomas sejam muito fortes, um médico poderá aumentar a dose diária. Caso uma dose seja esquecida, ela deve ser ingerida assim que lembrar, porém se estiver muito próximo do horário da próxima dose, ela deve ser esquecida, e apenas a próxima deve ser tomada. Não se deve dobrar uma dose do medicamento para compensar uma perdida.

A versão em gel deve ser aplicada sobre a pele limpa, no local da inflamação ou dor. O medicamento deve ser espalhado uniformemente, com massagens suaves, até que o produto não seja mais enxergado. A quantidade utilizada em cada aplicação varia de acordo com o tamanho do machucado. É indicado que se utilize Redaflam em gel de 2 a 3 vezes por dia.

Efeitos colaterais do Redaflam

O Redaflam costuma ser bem tolerado pelas pessoas que o utilizam. Porém certos efeitos colaterais podem acontecer, como azia, náuseas, vômito e vertigem. Outros efeitos menos comuns, mas que já foram observados são erupção na pele e sonolência.

Ao se tratar de medicamentos, sempre há a possibilidade de acontecerem certas reações, porém nesses casos, ou em caso de dúvida, um médico deve ser procurado o mais rápido possível, para que o tratamento siga corretamente.

Composição do Redaflam

Um comprimido de 100 mg de Redaflam possui 100 mg de nimesulida.

Já a versão em gel, 100 g de gel contém 2 g de nimesulida.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)

Loading...

Talvez você se interesse por:

Este artigo foi lhe útil? Clique no G+1. É muito importante para nós!