Calvície

A calvície é um problema que afeta os homens e as mulheres do mundo todo. Nos homens  ela pode ter seu início em uma faixa etária de 25 a 26 anos. A calvície é definida pela perda de fios ou pelos, essas perdas podem ser parciais ou até mesmo totais, que ocorrem no caso da ausência de pelos em qualquer área da pele.

Cientificamente a calvície é  chamada de Alopécia  androgenética. Os  seus sinais podem começar a desenvolver-se  na própria adolescência, porém são mais comuns em idade mais avançada, visto que o envelhecimento faz com que os fios de cabelo cada vez mais finos.

Esse problema atinge em maior parte  a população masculina, sendo 10% de todos os homens atingidos. Pesquisas apontam que metade da população masculina terá algum grau de calvície até os 50 anos e que os mesmos tem mais tendência a isso devido aos seus hormônios.

Sintomas

Os sintomas da calvície começam frequentes sinais de queda de cabelos, que se concentram nas laterais e atrás da cabeça.  Quando se é mais novo o tratamento é mais fácil e eficaz, visto que a queda é mais lenta.

Esse problema também pode atingir as mulheres, quando os seus  níveis de hormônios caem e surge a queda anormal dos fios de cabelo. No entanto pode ser que seja apenas uma queda de cabelo, a calvície  vai muito além disso, tendo inclusive influencias genéticas.

Nas mulheres esse problema se manifesta de forma que seus fios vão ficando finos e fracos bem no topo da cabeça e caso não se faça o tratamento pode ser que até mesmo o couro cabeludo fique visível.

Causas

A calvície pode ter várias causas, um desses fatores é o fator genético, podem ser herdadas de ambos os pais. O excesso de produtos para cabelos (fixadores) como gel e ações que provocam o excesso da produção de oleosidade, como o uso continuo de secador ou banhos quentes, também acarretam a queda de fios.

Qualquer tipo de química em contato com o cabelo, como permanentes, tinturas e alisamentos são fatores que também contribuem para a calvície, além de alterações nos níveis hormonais.

Nas mulheres, a diminuição do hormônio estrogênio pode ser um grande causador da calvície, enquanto nos homens a predisposição a testosterona, vai causando o afinamento dos fios  e com o decorrer do tempo a própria queda.

Doenças de origens patológicas também ocasionam esse tipo de problema como alterações na tireoide, infecções, problemas gastrointestinais e até mesmo diabetes.

Tratamento

Existem muitos tratamentos disponíveis no mercado para agir contra esse problema. Podem ser citados remédios como injeções de corticoides, ou comprimidos  que impedem a formação do hormônio DHT que é o responsável por dificultar o crescimentos dos fios capilares.

É esperado os resultados dos tratamentos sejam notados de 3 a 6 meses após o início. Porém alguns são indicados somente para a calvície masculina, visto que são diferentes os tratamentos para homens e mulheres.

Há também o transplante capilar que tem um custo alto mas podem ser feito pelo Sistema Único de Saúde ou por planos médicos. Ele promove o crescimento de novos por meio de implantes nas áreas afetadas.

A  calvície é um problema muito comum entre as pessoas, principalmente do sexo masculino. No entanto graças ao desenvolvimento tecnológico, existem inúmeras maneiras de tratar e até mesmo previnir esse tipo de doença.

Caso você sofra de calvície  o mais indicado é que você procure um profissional do ramo, para que ele possa identificar qual é a raiz do seu problema. Desse modo, você estará apto a realizar o tratamento correto para que alcance os resultados desejados.

Quantas Estrelas Vale Este Artigo?

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)

Loading...

Está página foi lhe útil? Por Gentileza Compartilhe. É muito importante para nós!